Simon é o cara.

Ele é o único arbitro do na Brasil que não tem medo dos quatro grandes paulistas.

Ele tem coragem de expulsar o Rogério Ceni.

Ele anula um gol legítimo do Palmeiras (Melhor para o Fluminense, a "lanterna assassina", e ajudou o Mengão).

Ei, ei, ei. O Simon é nosso rei...

Comentários

  1. será que vai dessa vez? tomara que o time nao amarele.
    Andre

    ResponderExcluir
  2. Não, Simon não é o cara. Ganhar sem mérito deveria ser motivo de vergonha, uma pena que hoje em dia a esperteza está alguns degraus acima da honorabilidade.

    Tenho um amigo palmeirense que defende que o Palmeiras compre os árbitros, assim como fazem os outros times. Perguntei qual era o mérito de torcer por algo que já estava ajeitado. Ele me disse que tinha mérito porque os outros também faziam. Eu discordo.

    Ao suspender o árbitro, a CBF deveria ter revertido o resultado. Estamos diante de um campeonato claramente viciado.

    Exemplo de honrabilidade, para quem tiver tempo, é o que fez Bobby Jones no filme "Bobby Jones: A stroke of Genius (2004)". Esta é a honorabilidade que faz falta ao mundo dos esportes.

    ResponderExcluir
  3. Já pensei... Pensei que o nobre colega fosse dar tratos a bola e publicar seus arrazoados acerca da amarelada do Mengão diante do escrete alviverde das terras de pequi... E observando seu blog notei que as páginas esportivas pouco exaltam as façanhas internacionais do tricolor (tricolor é o Flu, o resto é time de três cores...). Vamos! Não se deixe levar pela tristeza. Escreva!!!!

    ResponderExcluir
  4. Meu caro César,

    Só tenho uma coisa a dizer para você neste momento: Uh! Uh! LDU! (rs)

    Um forte abraço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Atenção: Acusações insultuosas, palavrões e comentários em desacordo com o tema da notícia não serão publicados e seus autores poderão ter o envio de comentários bloqueado neste blog.
Pense antes de escrever. Assine depois de escrever

Postagens mais visitadas deste blog

A Fila e a Oportunidade

Veraneou

Brasil: Financiamentos versus Credibilidade