Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

Obrigado, Fenômeno

Um menino como todos os outros. Errado. Destinado a ser o melhor do mundo, o artilheiro de todas as Copas. Ronaldo Nazário encerra sua brilhante carreira.

Dispo-me de minha mágoa rubro-negra para reconhecer o craque que Ronaldo foi. Dos Ronaldos, para o Flamengo o Angelim é mais importante (quem sabe o Gaúcho também o seja). Mas como brasileiro, tenho gratidão ao que o centro-avante rompedor de Bento Ribeiro nos proporcionou. O jogo mais marcante para mim do Ronaldo na seleção foi o jogo contra a Holanda, na Copa da França, em 1998. Ele estava fininho, voando, jogou muito. Assisti a esse jogo sozinho, sei lá porque, não havia ninguém em casa. Foi o melhor jogo da Copa, mesmo decidido nos pênaltis. O mais importante, claro, a final contra a Alemanha, na Copa de 2002. Fechando de vez o caixão dos céticos à volta de Ronaldo, depois da contusão gravíssima no joelho.

Ronaldo tem sido motivo de chacota, há algum tempo. Foi personagem de escândalo com travestis, é detentor de um excesso abusi…

Fora da Regra

A vida é bela. Mas não é filme. A vida pode ter final feliz, mas o seu curso não é uma comédia. Não somos vítimas o tempo todo, somos algozes também. Justiça não é um conceito absoluto e não é cega. Os amigos também nos decepcionam. Nossos pais não são perfeitos e nós idem. A grandiosidade de uma pessoa nem sempre será visível aos olhos de todos. Ninguém está livre da dor. Um sorriso é um excelente disfarce para a tristeza há no fundo do peito.

Entender (ou pelo menos tentar) estas e outras coisas nos ajuda a passar melhor o nosso tempo terreno. Somos moldados, ensinados, doutrinados a viver e buscar um modo de vida perfeito. Tudo certinho, nos conformes, sem sustos, atropelos, decepções ou derrotas. Como se a felicidade só fosse revelada de uma forma. Como se todos nós temos que ser Luciano Hulk e Angélica na capa de Caras ou na reportagem principal da Veja. Você pode até ser feio (ele), mas tem que ser bem sucedido. Você pode até ser de origem pobre (ela), mas tem que ser linda, tale…