Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013
Imagem

Contínua

Contínua...
Respiração... Inspira... Espira
Nem se percebe
Contínua...
Ciclos, idas, vindas
Continua, sua vida.
Inspira...transpira
O que se recebe
Na reticência não proferida.
Contínua...

Confessionário

- Padre, pequei.
- Em que pecaste?
- Um amor... Matei.
- Mataste um amor? Penitência para ti nem sei.

Eu não penso mais em ti

Eu não penso mais em ti
Nem na paixão que vivemos
Nos riscos que corremos
Ou nas noites que não dormi
Eu não penso mais em ti
Nas vezes que esperei
Tantas vezes esperei...
No paraíso que te preparei
Eu não penso mais em ti
Não te procuro em rostos que nunca vi
Não te tenho nos sonhos que não vivi
Já enxuguei as lágrimas que chorei
Já voltei a sorrir 
Eu não penso mais em ti
Estou mais bem disposto
As coisas faço com gosto
Já passou o pior
Agora vivo melhor
Aprendi a verdade e o fingir 
Assim te dou a chance de nunca concluir
Se não penso mais em ti.

Habemus Parochus

Papa Francisco é um pastor. Sim, é está impressão que tive depois das imagens e palavras que ouvi do líder católico. Pastor no sentido de apascentar suas ovelhas, de exortar seu povo e de pregar Deus e as coisas do espírito.
Não sou católico, mas sou cristão. Nós, cristãos, católicos ou não, somos divididos e muitas vezes orgulhosos demais para abrir os ouvidos para receber e entender a mensagem de outras denominações. Liturgias e linhas teológicas à parte, Francisco fala de Deus. De uma maneira clara e simples. Precisamos ouvir sobre Deus, clara e simplesmente. 
Que Deus abençoe Francisco. Que permitamos que Deus nos abençoe também.
Imagem

Versos

Versos tortos Contam de corpos De prazer cansados Quase mortos Na madrugada abraçados
Versos poucos  Sem pudor narram Sobre dois que se agarram Consomem-se como loucos Muito tempo esperaram
Versos inúteis Que falam de prazer De luxurias nada fúteis  Daquelas que , por mais que lutes, Vou contigo acabar por fazer

Show do Benjor

E ela não foi a um show do Benjor comigo.
Ela deveria ter ser permitido. Porque no show do Benjor, ela poderia ser tudo. Mulher, criança, menina, adolescente. Poderia ser a minha primeira namorada e a mulher da minha vida. 
No show do Benjor ela dançaria de suar, sem ser censurada e cantaria desafinada que só, sem ser criticada. No show do Benjor, ela seria ela mesma. Plena e sem amarras. 
Eu seria seu par. Seu escudeiro e seu protetor. Brincaríamos muito, trocaríamos carinhos e beijos divertidos e apaixonados. Seríamos simplesmente o casal mais alegre na praça da alegria. 
Ela não foi ao show do Benjor comigo. "Que pena..." Que Benjor viva muito. Que ainda eu tenha a chance de levá-la ao show do Benjor. 
Salve simpatia.

Mesa

Mesa
Nós dois
Na distância de onde meus olhos
acertam os teus
Daqui eu miro tuas íris douradas

Mesa
Do café quente
Ou da saborosa refeição
Da conversa fluente
Tempo sem noção

Mesa que a mim impede 
Que é a tua proteção
Contra meus impulsos
Minha tentativas
Minha insinuações 
Expectativas...

Mesa 
A perspectiva de tua mão pegar
A ela afagar, talvez suavemente beijar
Mesa da primeira vez
Da surpresa
de um encontro de vidas
Doce sobremesa 
E despedida.

Todos Iguais

Todos iguais
Tolos iguais
Achando-se normais
Com seus vazios ideais

Todos iguais
Pobres mortais
Patéticos casais
Aturam-se, não se amam mais

Todos iguais
De vidas formais
Boa tarde, boa noite, bom dia
Nada demais