Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

O PT e a Síndrome de Adão.

"Quando Eva viu que a árvore parecia agradável ao paladar, era atraente aos olhos e, além disso, desejável para dela se obter discernimento, tomou do seu fruto, comeu-o e o deu a seu marido, que comeu também. Os olhos dos dois se abriram, e perceberam que estavam nus; então juntaram folhas de figueira para cobrir-se. Ouvindo Adão e Eva os passos do Senhor Deus que andava pelo jardim quando soprava a brisa do dia, esconderam-se da presença do Senhor Deus entre as árvores do jardim. Mas o Senhor Deus chamou Adão, perguntando: 'Onde está você?' E ele respondeu: 'Ouvi teus passos no jardim e fiquei com medo, porque estava nu; por isso me escondi'. E Deus perguntou: 'Quem lhe disse que você estava nu? Você comeu do fruto da árvore da qual lhe proibi comer?' Disse o homem: 'Foi a mulher que me deste por companheira que me deu do fruto da árvore, e eu comi'. (Livro do Gênesis 3:6-12)
O relato acima conta o episódio da queda do homem. Entendamos "queda&quo…

Uma reflexão sobre ontem (o Dia dos Pais)

Uma reflexão sobre ontem:
Vimos nas redes sociais, por ocasião do dia dos pais, uma série de fotos (antigas e novas), sempre acompanhadas de textos carinhosos, agradecido e até mesmo saudosos sobre nossos pais e avôs. 
Isso é bonito, é belo e (espero) sincero. 
Mas aí fica um ponto a se pensar. Somos, em grande parte, resultado de exemplos que tivemos de nossos pai e de nossas famílias. Pelo que li aqui, foram bons exemplos de amor, de respeito, trabalho, caráteres e amor ao próximo. Será que estamos não só seguindo estes exemplos, mas também replicando-os? 
Não basta saber o que em tese é o certo e bom. É preciso praticar de forma efetiva, intensa e, em muitos casos, até cansativa. Já que nossos pais foram e são tão bons, o que estamos fazendo de fato para que esse tão modelo perdure? O que eu e você preservamos em nossos relacionamentos diários para que todas as coisas boas que nos foram ensinadas e doadas sejam perpetuadas?
Se não agimos assim, eis uma encruzilhada: ou não absorvemos na…

A mesa dos escarnecedores.

Sobre a ida de Dilma à inauguração do templo de Salomão (a mais recente demonstração de megalomania de Edir Macedo) e uma eventual surpresa quanto à aproximação do partido da esquerda da seita
neo-pentecostal, O PT nunca foi um partido diferente dos outros. Ele simplesmente emulou ser, até chegar ao poder. Quando chegou, mostrou sua verdadeira face. Seus líderes são tão gananciosos quanto os de outros partidos (ou até mais), sua sede de poder a todo custo é insaciável e suas alianças para isso são as mais improváveis.

Macedo, Malafaia, ou qualquer outro líder neo-pentecostal tem um discurso muito parecido, no campo da fé, ao discurso do PT no campo da política. Poucos reparam isso, mas eles são iguais em seus anelos. Enquanto os pastores neo-pentecostais pregam que deve-se "tomar posse" das bênçãos divinas, o partido da estrela vermelha quer tomar posse do poder estatal. Ambos discursos são antropocêntricos e imediatistas. Duas característica do mundo pós-moderno.

O que estou d…

Fale Viva Seja

Fale do amor De como ele move e evolve De seu poder, você vai saber  Viva o amor Sem receios nem reservas Pois o amor nos leva  Para lugares mais altos  E mesmo se cairmos  Será de amor.  E se doer, quase dor de morrer Não morra de amor!  Mas dele sobreviva, por favor.  Para o amor de novo nascer.
(Alexon Fernandes)