Os opostos se atraem?


Sempre ouvimos que os opostos se atraem. Principalmente para justificar algumas alianças absurdas que são feitas no campo dos relacionamentos. A cada dia que passa, eu vejo que esta lei do Eletromagnetismo não se aplica da forma que as pessoas julgam. Na Física, cargas elétricas de módulos opostos (positivo e negativo) se atraem. Nas relações humanas, isso pode ser um desastre.

Ela é libertaria, ele um machista inseguro. Ele tem um jeitão simpático e é cheio de amigos, ela não demonstra qualquer vontade em cultivar uma vida social saudável. Um tem sonhos e se esforça para alcançá-los, enquanto o outro tem medo de arriscar para melhorar. Um é altruísta e o outro um parasita sentimental. As situações citadas são todas de união entre opostos cuja previsão de insucesso no relacionamento é quase óbvia. Podemos até pensar em exemplos mais amenos, que no final das contas vão chegar ao mesmo lugar. 

Os opostos exercem certa fascinação momentânea. Esse fascínio os aproxima, mas não os mantém. Até porque lidar com o oposto é complicado e cansativo. O cansaço ofusca qualquer fascínio. Um relacionamento entre pessoas parecidas também exige certo trabalho. Relacionar-se é a arte de negociar com o outro, visando ganhos mútuos. Se as pessoas são opostas, o entendimento de ganho é diferente. Logo, o que é ganho para um é perda para o outro. Sempre haverá alguém insatisfeito. Nesta insatisfação existem duas situações. Ou alguém cuja proeminência é maior sempre terá mais, em detrimento do outro. Ou, em não havendo esta proeminência, cada um "estica a corda" para o seu lado, trazendo uma batalha para um ambiente onde deveria existir colaboração e crescimento. 

Com a maturidade, aprendi que ser diferente não é ser oposto. E o que é melhor, ser complementar é ser beneficamente diferente. Os complementares juntos sempre chegam além do que um sozinho conseguiria chegar. Um potencializa o outro e vice-versa. Não há disputas, decepções e nem aquela armadilha de achar que um dia o outro vai mudar. Buscar quem nos complementa é muito mais saudável do que insistir em quem nos opõem. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Fila e a Oportunidade

Todos os Junhos do Ano

Veraneou