A Filha Que Eu Quero Ter

É comum a gente sonhar, eu sei
Quando vem o entardecer
Pois eu também dei de sonhar
Um sonho lindo de morrer


Vejo um berço e nele eu me debruçar

Com o pranto a me correr
E assim, chorando, acalentar
A filha que eu quero ter


Dorme, minha pequenininha

Dorme que a noite já vem
Teu pai está muito sozinho
De tanto amor que ele tem


De repente o vejo se transformar

Numa menina igual a mim
Que vem correndo me beijar
Quando eu chegar lá de onde vim


Uma menina sempre a me perguntar

Um porquê que não tem fim
Uma filha a quem só queira bem
E a quem só diga que sim


Dorme, menina levada

Dorme que a vida já vem
Teu pai está muito cansado
De tanta dor que ele tem


Quando a vida enfim me quiser levar

Pelo tanto que me deu
Sentir-lhe a barba me roçar
No derradeiro beijo seu


E ao sentir também sua mão vedar
Meu olhar dos olhos seus
Ouvir-lhe a voz a me embalar
Num acalanto de adeus


Dorme, meu pai, sem cuidado
Dorme que ao entardecer
Tua filha sonha acordado
Com o filho que ela quer ter

Os versos acima são uma adaptação da musica de Vinícius de Moraes e Toquinho, O Filho Que Eu Quero Ter. Há exatos quatro anos, minha vida ganhou nova luz, novo motivo, nova energia propulsora. Ela nasceu num início de tarde ensolarado, esperta e com olhos curiosos. Desde então meus dias não são iguais. Ela mudou tudo: meu senso de responsabilidade, a velocidade do carro, a frequência dos exames preventivos, o seguro de vida. Tenho que me descobrir para descobrí-la e ajudá-la a descobrir as coisas.

Meu anjo de luz, meu presente vindo de Deus e minha alegria. São dela o meu coração e minha esperança. Todo pai sempre gostaria de ter sua menininha por perto para sempre, protegida das agruras do mundo. Mas o curso natural das coisas não permite que isso aconteça. Um dia, minha menininha se transformará em mulher feita e seguirá sua vida. Enquanto isso, só me resta pegar minha pequena no colo e cobrí-la com todo o amor que tenho.

Feliz aniversário, Abelhinha.

Papai Careca.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Fila e a Oportunidade

Veraneou

Brasil: Financiamentos versus Credibilidade